novo

Tag Archives: IBGE

A janela de oportunidade demográfica começou a se fechar mais cedo no Brasil, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

Todo país que passa pela transição demográfica (redução de altas para baixas taxas de mortalidade e natalidade), passa também pela transição da estrutura etária, que é o processo de redução da base da pirâmide populacional, seguido do alargamento da parte central e, após algumas décadas, a expansão do topo da pirâmide. Quando a parte central da pirâmide engrossa significa que existe uma alta proporção de pessoas em idade de trabalhar e uma baixa proporção de pessoas em idades consideradas dependentes … mais

O envelhecimento populacional segundo as novas projeções do IBGE, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

O IBGE divulgou as novas projeções da população brasileira, no final de julho, com a população estimada em 208,5 milhões de habitantes em 2018, de 233,2 milhões de pessoas em 2047 (pico populacional) e de 228,3 milhões de habitantes em 2060. Portanto, a população brasileira está a caminho da transição do crescimento para o decrescimento demográfico. Outra transição confirmada pelas novas projeções é da estrutura etária, com a mudança de uma pirâmide populacional de base larga (rejuvenescida) para uma pirâmide … mais

No Brasil, nem metade da população adulta alcança o Ensino Médio

O Ensino Médio no Brasil é um gargalo a ser superado pelas escolas e pelo Estado, para que o país avance na educação. A defasagem da qualidade do ensino nesta etapa sugere mudanças na matriz educacional do País. Apenas 58,5% dos jovens concluem a educação básica até os 19 anos de idade; e a maioria dos que conseguem concluir sai despreparada para o mercado de trabalho. Como consequência, o Brasil mantém um elevado número da sua população adulta que não … mais

Número de brasileiros fora da força de trabalho chega a 65,6 milhões

No segundo trimestre, o número de pessoas que não trabalham ou desistiram de procurar emprego cresceu 1,2% e atingiu um nível recorde: 65,6 milhões de brasileiros com 14 anos ou mais estão fora de força de trabalho. Trata-se do nível mais alto da série histórica do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), iniciada em 2012, informou o órgão na terça-feira (31). As pessoas fora da força de trabalho são aquelas que têm idade para trabalhar, mas, por alguma razão, … mais

Rio Branco/Acre: a capital mais adiantada na transição religiosa, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

Depois de 500 anos de predominância católica, o Brasil está passando por uma transição religiosa, com declínio das filiações católicas e aumento das filiações evangélicas, além do aumento do percentual de outras religiões e do percentual de pessoas que se declaram sem religião. Esse fenômeno acontece em todo o território nacional, mas com ritmos diferentes nas regiões, nos estados e nos municípios. A Unidade da Federação com menor percentual de católicos era o Rio de Janeiro, com somente 45,8%, segundo … mais

Equiparação de salários entre mulheres e homens injetaria R$ 461 bi na economia brasileira

Pesquisa feita pelo Instituto Locomotiva em todo o país revela que se os salários das mulheres fossem equiparados aos dos homens, isso representaria uma injeção de R$ 461 bilhões na economia brasileira. Essa equiparação envolveria a ampliação dos salários das mulheres, sem que os dos homens fossem diminuídos, destacou ontem (7), em entrevista à Agência Brasil, o presidente do instituto, Renato Meirelles. A sondagem confirma que a disparidade salarial entre gêneros é ainda uma barreira ao progresso das mulheres no … mais

Brasil perdeu 1,8% de suas florestas entre 2010 e 2012, diz IBGE

O Brasil perdeu 1,8% de suas florestas entre 2010 e 2012, segundo dados divulgados na sexta-feira (25) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em 2010, o país tinha 3,26 milhões de quilômetros quadrados (km²) de vegetação florestal, enquanto em 2012, essa área caiu para 3,2 milhões de km², uma perda de quase 60 mil km² em apenas dois anos. Nesses dois anos, houve a reposição de 204 km² de florestas, mas o desmatamento foi quase 300 vezes maior: … mais

Boa alimentação e genética contribuem para um bom envelhecimento.

A genética, a alimentação e o meio ambiente são fatores que influenciam diretamente na longevidade do homem da floresta. A afirmação é do pesquisador e médico geriatra, Euler Ribeiro, que iniciou em 2008, um estudo para avaliar o prolongamento da vida dos idosos residentes em comunidades do município de Maués, distante 276 quilômetros da capital amazonense. O interesse, segundo Ribeiro, surgiu após o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apontar em 2007, o município como o maior em concentração … mais

Grande parte do lixo separado pelo brasileiro não é coletada de forma seletiva.

Praticamente três entre dez domicílios brasileiros (29,7%) separam o lixo biodegradável do não degradável. No entanto, apenas 40% desse lixo separado dentro de casa são posteriormente coletados de forma coletiva quando chega à rua. Isso mostra que muitos brasileiros separam seus resíduos dentro de casa, mas depois grande parte deles é misturada ao lixo comum. Os dados constam na Pesquisa de Orçamentos Familiares 2008-2009 – Perfil das Despesas do Brasil, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A Região … mais

Como e porquê separar o lixo?

A reciclagem reduz, de forma importante, impacto sobre o meio ambiente: diminui as retiradas de matéria-prima da natureza, gera economia de água e energia e reduz a disposição inadequada do lixo. Além disso, é fonte de renda para os catadores. A preservação do meio ambiente começa com pequenas atitudes diárias, que fazem toda a diferença. Uma das mais importantes é a reciclagem do lixo. As vantagens da separação do lixo doméstico ficam cada vez mais evidentes. Além de aliviar os … mais